Praia em Varadero

Varadero – Dicas de viagem para o caribe cubano

 

Varadero é o balneário cubano preferido dos turistas que visitam a ilha de Fidel Castro. A pequena cidade foge do estereótipo de Cuba, sendo considerada um oásis em meio a carestia da vida cotidiana do país, causada principalmente pelos longos anos de embargo ao regime cubano. Veja neste post o relato de nossa visita e as principais dicas para sua viagem!

 

Quando ir a Varadero?

 

O Caribe tem o seu período ideal para visitação que é de Dezembro a Abril. Quem vai para Varadero quer aproveitar suas maravilhosas praias e isto não combina com chuva. Então, neste período as temperaturas estarão ideais para um bom banho de mar, água quentinha do Caribe além dos índices pluviométricos acumulados estarem baixíssimos.


Mas porque não devo ir a Varadero em outros meses do ano
? De Maio a Novembro, além de ser a época mais chuvosa, há alto risco de incidência de furacões, especialmente entre julho e novembro. Alguém se lembra dos famosos Irma e Maria que passaram por lá em setembro de 2017 deixando um prejuízo enorme para a ilha?! Evite essa época, mesmo os preços estando baixos, a possibilidade de perder todo o dinheiro existe.


Dicas Básicas

Moeda local

Em Cuba existiam duas moedas, uma chamada Moeda Nacional – CUP e outra chamada Peso Conversível – CUC. O CUP era a moeda que os Cubanos realizam suas compras no cotidiano e o CUC era utilizada para o turismo. A partir de 01 de janeiro de 2021 o governo Cubano unificou as duas antigas moedas apenas no CUP, que vale hoje na proporção de 24 CUP para 1 USD.

Um detalhe importante que o viajante deve saber é que a melhor moeda para levar a Cuba é o Euro, pois o dólar é sobretaxado no momento da conversão. A melhor taxa de conversão que consegui foi num grande banco que fica na Calle Obispo 255.

Visto para Cuba

Brasileiros precisam de visto de entrada e permanência em Cuba, que pode ser obtido antecipadamente na embaixada de Cuba em São Paulo (pessoalmente ou pelos correios), com agências de turismo ou no balcão da Copa Airlines no momento do embarque. O visto custa US$25,00 e você deve levar o dinheiro trocado.

Na imigração em Cuba, as entrevistas serão individuais ou seja, marido e mulher são entrevistados separadamente. O agente faz poucas perguntas e logo concede a entrada. Não perca este visto, ele será solicitado na sua saída do país.

Vacinas

O agente da empresa aérea irá solicitar no momento do embarque o certificado internacional de vacinação para febre amarela e COVID-19, emitido pela ANVISA. Se não tiver o documento, não viaja!

Atualizado em 16/11/21: Maiores de 12 anos de idade devem estar completamente vacinados contra o COVID para entrar em Cuba, ou então apresentar um PCR negativo para a doença emitido há no máximo 72 horas antes da chegada, desde que não venham dos Estados Unidos. Todos devem apresentar uma “Declaração de Saúde do Viajante” preenchida na chegada. Os passageiros podem ter que fazer teste contra Covid-19 no desembarque.

Segurança em Cuba

Cuba é um país onde a população é muito pobre, mas não vi sinais de violência ou qualquer ameaça a nossa segurança. O discurso entoado por todos é no sentido de que ninguém precisa roubar porque há comida nas mesas, o que de fato é verdadeiro, mesmo que pouca comida. Outro fato é que existe muito policiamento.

Dicas de segurança

A minha recomendação para o viajante é que tome cuidado com os famosos jineteros! Eles são pessoas que se aproximam dos turistas oferecendo ajuda e por questões óbvias vão cobrar depois pelo auxílio. Considerando que a moeda usada pelos turistas vale 25 vezes mais que a moeda usada pelos locais, os turistas serão sempre alvo fácil de gente esperta querendo se dar bem.

Internet em Cuba

A internet em Cuba é bastante limitada, mas é oferecida em todos os hotéis. Para se conectar é necessário comprar um cartão, que pode ser de 1 ou 5 horas. O preço oficial era de 1 euro por hora (caro). Com o cartão em mãos, basta se conectar à rede da ETECSA – empresa pública de comunicações – ou do hotel, colocar um usuário e uma senha. Estes dados vão estar disponíveis em cartões vendidos nos escritórios da ETECSA ao longo da cidade ou nos próprios hotéis. Há também venda destes cartões nas mãos de vendedores ambulantes que geralmente aproveitam as grandes filas para venderem a preços mais altos para o cidadão comum – geralmente 3 euros.

Nos dois hotéis que fiquei, tanto em Varadero, quando em Havana, eles vendiam cartões a preços oficiais para seus hóspedes, e o melhor, sem filas. O cartão é como este da foto aí de baixo (já estão usados).

Diferentes preços

O preço oficial é de 1 euro por hora (caro). Existem cartões de 1 hora ou de 5 horas. A gente até conseguiu se conectar bem no hotel em Varadero, mas em Havana foi sofrível, só em horários alternativos a conexão era boa (bem cedo ou bem tarde). Ah, não se esqueça de desconectar quando terminar de usar a internet, senão seus créditos vão embora. Nos casos onde o aparelho não mostrar a tela de desconexão, sugiro “esquecer a rede” e em seguida desligar o aparelho, ou colocar em modo avião por uns minutos.

Eu usava tudo que podia offline, como por exemplo e-mail, instagram e facebook, pois quando minha esposa conectava o telefone ou o tablet eles baixavam o conteúdo automaticamente.

Como faço para chegar em Varadero?

 

Chegamos em Havana e fomos de taxi para Varadero, através de um transfer privado que contratamos diretamente aqui do Brasil com nossa agente de turismo. O carro que utilizamos era um modelo chinês razoavelmente novo. A viagem durou aproximadamente 2 horas.

O retorno para Havana foi feito em um ônibus da operadora Gaviota Tour. Caso você não queira fechar sua viagem através de agência, recomendo que combine em seu hotel ou com os donos de casas particulares para que eles agendem o seu meio de transporte.


Como se locomover em Varadero?

 

Em Varadero a ideia é aproveitar o “Dolce far niente”, mas se você é daqueles desbravadores, e quer andar por todos os lugares, em todos os hotéis existem taxis disponíveis, além de uma opção de ônibus no estilo hop on hop off . Se for pegar taxi, combine antes o preço da corrida para não sair muito caro.


Quanto tempo ficar?

 

Aqui fica a gosto do freguês. Varadero não tem tantas atrações para se visitar, o passeio será mesmo de descanso e relaxamento total. Nós ficamos 4 dias inteiros e foi o suficiente para nossos objetivos.


Onde ficar em Varadero?

 

Há quem prefira ficar em casas particulares, o que será uma opção bem mais barata que os hotéis. Entretanto, eu penso que o melhor por ali é estar de frente para o mar do Caribe, sem restrições alimentares ou para o consumo de bebidas, então cacife alguns dias em um bom hotel. Nós ficamos no novíssimo Iberostar Bella Vista.

Nosso quarto era de frente para o mar e possuía todas as comodidades de uma acomodação deste tipo em qualquer resort no Caribe, sem deixar nada a dever.

 

Infelizmente, os hotéis de Cuba, inclusive o que nós ficamos, não estão disponíveis no booking. Portanto, se tiverem interesse em se hospedar por lá, será necessário procurar uma agência para fechar a reserva ou diretamente no site do hotel.

 

Caso você não tenha uma agência de confiança, deixe um comentário com seu e-mail, ou perfil no facebook que eu passo o contato.

 

Nós pesquisamos alguns resorts e os 4 que ficaram no topo de nossas escolhas foram:

  1. Iberostar Bella Vista Varadero (Nossa escolha)
  2. Paradisus Varadero
  1. Melia Las Antillas
  2. Blau Varadero

Veja um pequeno vídeo que fizemos do hotel.


Curtir a Praia em Varadero

A praia em Varadero é linda. Segue a mesma linha das praias caribenhas: águas azuis, mornas e bastante convidativas. Falando especificamente da praia do Iberostar Bella Vista, achei que ali fica um dos melhores trechos de praia em Varadero, porque não há pedras.

O nosso resort também possuía algumas atividades aquáticas, como canoagem, stand up paddle e até aulas de vela. Aproveite para se divertir!


Atrações em Varadero

Há algumas atrações e passeios interessantes por lá, como por exemplo: a antiga Mansão Xanadú, o Grande Parque Nacional Península de Zapata , a cidadezinha histórica de Matanza, a Ponte de Bacunayagua e seu Mirante, a reserva natural de Punta Hicacos, o Centro de Varadero, o Restaurante do Al Capone, a Praça das Compras localizada entre os hotéis Sun Beach e Aquazul , o Hoyo Azul Ojo del Mégano, o Delfinário e o Parque de diversões Todo en Uno. Mas o que nos chamou atenção e prendeu nossos corações foi o passeio a Cayo Blanco. Não deixem de fazer!


Passeio até Cayo Blanco

Contrate o passeio no seu hotel. Há também a opção de visitar neste mesmo passeio um delfinário(centro de golfinhos). Neste caso, o custo total aumentará um pouco.


Recepção no hotel

Na hora marcada um ônibus pegará você no hotel e levará a uma marina (muitíssimo bem estruturada por sinal, melhor estruturada inclusive que as que eu vi aqui pelo Brasil). Existem vários barcos disponíveis para fazer o mesmo passeio e eles vão alocando as pessoas nos catamarãs a medida que vão chegando. Os barcos são amplos, novos e confortáveis.

 

Após uns 30 minutos de navegação paramos para um mergulho de snorkel onde pudemos observar a vida marinha do lugar. Em seguida, partimos diretamente para a praia. Quando chegamos lá, já fomos encaminhados para o buffet do almoço, mas nós preferimos ir para a praia enquanto não havia quase ninguém. Valeu muito a pena fazer isso, pois o almoço não era lá grandes coisas.

 

Se optar pelo mesmo que nós fizemos, recomendo levar um sanduíche para fazer um lanche rápido. Na praia há um cubano com uma barraquinha vendendo Piña Colada, faça uma pausa e prove a bebida, você não vai se arrepender.

Ficamos na ilha por umas 4 horas, tempo suficiente para morrer de saudades até hoje. Depois voltamos direto para a marina em Varadero. Lá fomos encaminhados para o ônibus que seguiria para nosso hotel. Tudo muito organizado!


Mapa de Varadero

 

Segue para vocês um mapa com as principais atrações e hotéis de Varadero.

 


Com que destino eu consigo combinar a visita a Varadero?

 

Passeio lógico de se fazer conjugando com Varadero é Havana, até porque a sua entrada no país será por lá. Acho que o país como um todo é pouco explorado. Uma outra boa oportunidade é conhecer cidades como: Santiago de Cuba, Cienfuegos, Camaguey e Cayo Largo.


Veredito


Varadero é um lindo lugar e muito legal de se visitar para passar uns dias de “dolce far niente”. As praias por lá são realmente diferenciadas,
nunca vi nada parecido com o mar de Cayo Blanco . Possui estrutura hoteleira de primeiro mundo, mas possui também umas boas pegadinhas.

 

Como eu citei anteriormente, pelas restrições que o país encontra, pode ficar naturalmente a dever para alguns outros lugares no Caribe como: Cancún, Aruba, Curaçao ou Punta Cana, dependendo da rede hoteleira que você escolher.

 

Mesmo assim, recomendo enormemente, especialmente se você, como nós, também viaja para colher experiências.

 

Se puderem conjugar alguns dias por lá durante sua visita a Cuba, não percam essa oportunidade!

Abraços a todos e obrigado pela visita. Deixe aqui seu comentário e visite nossas redes sociais: