Casario no Pelourinho - Salvador

Salvador – Dicas de viagem para a capital baiana

Hoje, nós traremos para vocês nosso roteiro básico de viagem para Salvador/BA!

A primeira capital do Brasil é uma cidade cosmopolita com ótimas atrações turísticas, eventos, culinária, praias e muito mais. Venha conosco e conheça essa joia do nosso país!


Quando ir a Salvador (clima)

 

Pois bem, analisando SOMENTE as temperaturas é possível ir a Salvador em qualquer época do ano. No entanto, este não é o único requisito para quem busca um destino praiano. Então, olhando o regime de chuvas dá para perceber que setembro, outubro, janeiro e fevereiro são os meses perfeitos para a sua viagem. Mas atenção, isso não quer dizer que nestes meses não haverá possibilidade de chuvas ocasionais.


Uma boa dica é verificar os índices pluviométricos de destinos de praia no Brasil e Caribe através do famoso Praiômetro do guru das viagens Ricardo Freire.
Cliquem aqui e vejam o post.

 

 

Como chegar em Salvador e de que forma circular pela cidade?

 

Chegamos em Salvador de avião, mas também é possível chegar de carro ou ônibus. Como escolhemos o avião, alugamos no aeroporto um carro para fazermos nossos passeios. Todavia, essa não se revelou a melhor opção e por experiência, indico que vocês aluguem o carro apenas para os dias reservados aos deslocamentos maiores, como por exemplo a visita a praia do Flamengo, e utilizem nos demais dias o Uber. Digo isto porque é bastante difícil e caro encontrar estacionamento próximo dos pontos turísticos. Caso vocês tenham intimidade, também é possível se locomover na cidade através de ônibus e metro.

 

Onde se hospedar em Salvador?

 

Nós escolhemos ficar no bairro Rio Vermelho, e super recomendamos, pois existem vários restaurantes, bares e boates por ali. É um região super animada e muito frequentada pelos turistas. O nosso eleito foi o Mercure Rio Vermelho Salvador(clique no link e confira as condições), que nos atendeu perfeitamente bem, com todas as comodidades que a rede Accor oferece. Um destaque, é que aos sábados acontece um churrasco para os hóspedes na Píscina do hotel. Mas, caso vocês queiram economizar com a hospedagem, uma boa dica é o Ibis Rio Vermelho, que está exatamente ao lado do Mercure, mas possui preços mais camaradas Clica aqui no link e confira os preços para as suas datas.

 

De todo modo, vou deixar também para vocês um mapinha com todas as opções de hotéis da cidade e os preços. Aproveitem!

 

Quanto tempo ficar em Salvador e o que conhecer na cidade?

 

Salvador é uma capital com muitas atrações e dá para planejar uma viagem de 7 dias tranquilamente, mas se o tempo de vocês estiver curto, como foi no nosso caso, com 3 ou 4 dias também é possível conhecer bastante coisa. A dica aqui é escolher uma região da cidade e visitar todas as suas atrações ao longo de um dia. Vamos lá?!

Primeiro dia

Comecem o passeio pelo Mercado Modelo, que fica na praça Tomé de Souza e está cheio de lojinhas de souvenir e restaurantes. No passado, o local funcionava como a antiga alfândega da cidade e armazenava no subsolo os escravos que chegavam no porto. De lá, vocês devem partir para o Elevador Lacerda, que liga a cidade baixa a cidade alta. Quando fomos, a passagem custava R$0,25. Ao chegarem na parte de cima da cidade, vocês terão uma vista linda do Mercado Modelo, da Baía de Todos os Santos e do Forte São Marcelo. Observem, que exatamente ao lado do elevador está o Monumento da Cruz Caída e o Palácio Rio Branco, antiga sede do governo da Bahia, que abriga atualmente a sede da prefeitura e o Memorial dos Governadores.

 

O passeio continua com um curta caminhada até o Terreiro de Jesus, onde estão o Chafariz do Terreiro, a Catedral Basílica de Salvador e a antiga Faculdade de Medicina. Na lateral do Terreiro de Jesus está a Igreja São Pedro dos Clérigos. Em seguida, vocês deverão ir para o Largo do Cruzeiro de São Francisco, uma região cheia de comércio e onde estão localizadas a Igreja e Convento de São Francisco e a Igreja da Ordem Terceira Secular de São Francisco.

 

Não sei se já ouviram falar, mas Salvador é uma cidade com 365 igrejas e na minha modesta opinião essas duas são as mais bonitas. O grande altar dourado da Igreja de São Francisco é de cair o queixo. Continuem a caminhada, agora ladeira abaixo, e cheguem até a Fundação Casa de Jorge Amado e a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, que estão localizadas no Largo do Pelourinho (aquele famoso pelas transmissões da rede globo com a banda Olodum e do clipe de Michael Jackson) . Se estiverem com fome, é possível almoçar no Restaurante Escola Senac. Depois do Almoço, voltem pela rua Alfredo de Brito e experimentem um sorvete na sorveteria A Cubana.

 

No final da ladeira do Pelourinho, está o inicio da Ladeira do Carmo, onde vocês irão encontrar o bairro de mesmo nome com a Igreja do Santíssimo Sacramento do Passo e a Igreja Nossa Senhora do Carmo de Salvador. Uma excelente dica é finalizar este dia com um pôr do sol no Solar do Unhão, que vem a ser o Museu de Arte Moderna de Salvador.

 

Segundo dia

O segundo dia de passeios terá inicio na Praça Dois de Julho no Campo Grande, este local é um belo parque e nas suas proximidades estão o Teatro Castro Alves , o Teatro Vila Velha, o Palácio da Aclamação, importantes colégios, prédios de alto padrão e associações. Depois de verem a praça, sigam para o Dique do Itororó e caso queiram, visitem a Arena Fonte Nova. Em seguida, vocês irão percorrer um bom trajeto de carro até o Bairro do Bonfim, onde poderão visitar a Basílica do Senhor do Bonfim.

 

A Igreja é bastante famosa pela lavagem de suas escadarias e pelas fitinhas amaradas em seu portão. De lá, vamos para a Praia da Ribeira (relativamente próxima do Bonfim), hoje uma praia mais frequentada pelas pessoas que moram no bairro e onde fica a tradicional Sorveteria da Ribeira. Aproveitem a presença no bairro para caminharem até o Solar Amado, um casarão centenário lindo que foi restaurado e está aberto para visitação.

 

Finalizem o dia com um bom banho de mar na Praia do Farol da Barra e com uma vista ao Farol, que possui em seu interior um pequeno museu e também um bistrô.

 

Terceiro dia

Este dia será dedicado exclusivamente a praia e na minha opinião, a melhor praia de Salvador é a Praia do Flamengo. Embora esteja afastada do centro da cidade, sua orla é bem extensa e passou por uma revitalização recente. Foram construídos alguns quiosques e a nossa escolha para passar o dia foi a Barraca do Lôro. Super recomendamos sua infraestrutura! Em finais de semana ou feriados a barraca fica lotada, então, se você quiser garantir o seu lugar, é bom chegar cedo.

Melhores restaurantes para comer em Salvador

 

Em primeiro lugar, indico o Casa de Tereza que fica no Rio Vermelho e serve comida baiana. O ambiente é muita agradável com uma decoração temática.

 

Em segundo lugar, indicamos o Amado. O restaurante é bastante sofisticado e possui uma das vistas mais bonitas de Salvador, especialmente no por do sol. O preço é um pouco acima da média, mas vale a visita.

Para quem quer comer o tradicional acarajé, os locais mais indicados são: Acarajé da Cira (fica em Itapuã no Largo da Sereia), Acarajé da Regina (Rua da Graça s.n. no bairro da Graça) e Acarajé da Dinha (fica no largo de Santana no Rio Vermelho). Todos muito famosos, mas confesso que gosto mais do Acarajé da Cláudia aqui em Niterói. Uma recomendação básica é tomar cuidado com a quantidade de pimenta. Um restaurante bastante recomendado foi o Yemanjá, mas não tivemos tempo de ir.

 

 

O Básico para a região de Salvador

 

  • Salvador é uma cidade com muitas subidas e descidas, então andem com calçados confortáveis. As ruas do centro histórico são calçadas com pedras, o que torna a caminhada meio acidentada.
  • Assim como toda grande cidade brasileira, a criminalidade estará presente. Nós vimos um assalto na ladeira do Carmo. Então, tomem suas precauções para não estarem em locais ermos, principalmente em horários de menor movimento.
  • Se vocês desejam pegar praia em Salvador, minhas indicações são : Porto da Barra, Farol da Barra e Deck do Mahi-Mahi. Um pouco mais afastadas indico: Pedra do Sal, Stella Maris, Flamengo/Aleluia e Villas do Atlântico em Lauro de Freitas.

 

Com que destino eu posso combinar uma visita a Salvador?

 

A primeira opção é casar sua viagem com a famosa Morro de São Paulo, que pode ser acessada de barco ou avião desde Salvador.

A segunda opção é a agradável Praia do Forte ou a famosa Costa do Sauípe.

 

Espero que tenham gostado das dicas! Um abraço a todos e obrigado pela visita.

 

 

Deixe aqui seu comentário e visite nossas redes sociais:

Deixe um comentário